selo Anuncieaqui triplo

Chuva atinge maioria dos municípios do Ceará

por Redação.

City Portal
22/01/2016 13:10:00
 
Chove hoje (22) em quase todas as cidades do Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), há precipitações em 166 dos 184 municípios.
 
chuvasce1.jpg
 
O maior volume de chuva foi registrado no Crato (a 507 quilômetros de Fortaleza), 108 milímetros (mm). Segundo o Secretário de Meio Ambiente e Controle Urbano da cidade, Stephenson Ramalho, não houve ocorrências graves de alagamento ou deslizamentos.
 
De acordo com Ramalho, a chuva no município está acima da média histórica, mas ocorre com baixa intensidade. “É essa a chuva que nos interessa, com escoamento superficial lento e com infiltração, para que haja recarga dos aquíferos.”
 
Depois de Crato, os maiores volumes de chuva foram registrados em Quiterianópolis (a 409 km da capital), com 104 mm, e em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), com 92 mm.
 
Fortaleza registrou pouca chuva e o sol apareceu no fim da manhã. Ontem (21), a cidade chegou a registrar 95mm. A Defesa Civil do município contabilizou 82 ocorrências, entre elas 33 alagamentos e 9 desabamentos.

Tremor causado por teste com bomba H na Coreia do Norte é sentido no Brasil

por Redação.

City Portal
06/01/2016 23:39:00
 
O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (Obsis) registrou nesta quarta-feira (6) tremores causados pelo teste realizado com a bomba de hidrogênio na Coreia do Norte. O teste nuclear teve uma potência equivalente a um terremoto de magnitude 5 na escala Richter, segundo o chefe do Observatório, Lucas Barros.
 
registro.jpg
 
A onda sísmica gerada pela explosão se propaga subterraneamente de modo que pode ser medida mesmo a grandes distâncias. Localizada no Parque Nacional de Brasília, a estação sismológica faz parte de um sistema mundial de detectores desse tipo de explosão em função da existência do tratado internacional de proibição de testes nucleares.
 
O Obsis está preparado para detectar explosões nucleares por meio de tremores sísmicos, como no caso da Coreia do Norte, e também atmosféricos, por meio de infrasom. 
 
O que é a bomba H?
 
A bomba de Hidrogênio ou termonuclear, conhecida como bomba H, tem uma potência até mil vezes maior que a bomba atômica. Enquanto a bomba atômica gera energia a partir da fissão ou divisão de átomos, a versão de hidrogênio gera energia a partir da fusão ou união de átomos. 
 
Entenda o caso 
 
Nesta quarta-feira o governo da Coreia do Norte informou ter feito com sucesso o seu primeiro teste de hidrogênio, que faz parte de seu programa nuclear. O procedimento foi encomendado pessoalmente pelo líder norte-coreano Kim Jong-un e ocorre dois dias antes do seu aniversário.
 
O país já tinha feito três testes nucleares em 2006, 2009 e 2013, o que lhe valeu sanções da ONU. Após o anúncio da realização do teste de hoje, detectado por vários centros de atividade sísmica, uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas foi convocada pelos Estados Unidos e Japão.
 
Realizada a portas-fechadas entre os 15 países membros do Conselho de Segurança, a reunião resultou em um comunicado que “condena veementemente” novos testes na Coreia do Norte e afirma que “pode implementar novas sanções contra Pyongyang”.
 
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o teste nuclear realizado pela Coreia do Norte e exigiu por meio de um comunicado que o país “cesse todas as atividades nucleares”. 
 
Para o secretário-geral, o teste é “profundamente desestabilizador para a segurança regional” e “gravemente nocivo para os esforços internacionais de não proliferação [nuclear]”.

Encontro de Vênus e Saturno poderá ser visto esta madrugada

por Redação.

City Portal
06/01/2016 21:17:00
 
Um fenômeno relativamente raro poderá ser observado no céu brasileiro a partir da madrugada de amanhã (7). Segundo o astrônomo do Observatório Nacional Jair Barroso, haverá o encontro entre os planetas Vênus e Saturno nas proximidades de Antares, a estrela mais brilhante da constelação zodiacal do Escorpião.
 
venusaturno.jpg
 
A partir desta madrugada, os planetas estarão bem próximos e continuarão se aproximando até quase se sobreporem visualmente na madrugada de sexta-feira (9). Uma conjunção desse tipo nas proximidades da estrela Antares só vai voltar a ocorrer no final de 2045.
 
A movimentação poderá ser acompanhada nas próximas três madrugadas a olho nu, de acordo com Barroso. O melhor horário é logo antes do nascer do Sol, que varia de acordo com o local de observação. No Rio de Janeiro, será por volta das 5h30. Nos próximos dias, a lua estará minguando até desaparecer, na fase Nova. A ausência do brilho do satélite vai ajudar a visualizar os planetas e a estrela.
 
Vênus e Saturno estarão visíveis no horizonte Leste, sendo melhor visualizados nos locais em que o horizonte está livre, como no litoral. Do lado oposto, estará Antares. “O fenômeno vai ajudar a entender como se movem esses corpos e também o movimento da Terra”, explica Barroso, que é colaborador da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). “É um fenômeno interessante e relativamente raro”.
 
O astrônomo lembra ainda que o fenômeno é puramente uma questão de perspectiva, sem mudança na distância real entre os planetas: “isto é, os astros estão apenas angularmente próximos”.
 
Vizinho da Terra, Vênus é o planeta conhecido como Estrela D´Alva, é também o de maior brilho do nosso sistema solar. Já Saturno é o planeta dos anéis, que podem ser vistos mesmo com pequenos telescópios.

Defesa Civil de Angra dos Reis avalia áreas de risco depois de temporal

por Redação.

City Portal
04/01/2016 13:57:00
 
A Defesa Civil de Angra dos Reis está avaliando os riscos de deslizamento e desabamento em quatro bairros do município, depois das chuvas intensas que atingiram a cidade do sul fluminense no último final de semana. De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 250 famílias ainda estão fora de suas casas no Parque Mambucaba, onde um rio transbordou.
 
angrareis1.jpg
 
Pelo menos 50 pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo. Neste momento, engenheiros estão avaliando se as casas poderão ser liberadas. A expectativa é que as famílias possam retornar até o final do dia.
 
Já nos bairros do Frade, Sertãozinho do Frade e Santa Rita, houve risco de deslizamento de encostas. Várias famílias tiveram que deixar suas casas, mas muitas já retornaram. A Defesa Civil não sabe informar quantas pessoas estão em casas de parentes. Os engenheiros da prefeitura também estão avaliando o solo e os riscos de deslizamento nessas localidades.
 
Segundo a Defesa Civil, a previsão é que haja uma chuva forte, porém rápida, no final do dia.

Mais de mil pessoas deixam Morro da Boa Vista depois de deslizamento de pedra

por Redação.

City Portal
03/01/2016 20:23:00
 
A prefeitura de Vila Velha (ES) começou hoje (3) a notificar as famílias que estão em áreas de risco no Morro da Boa Vista, em São Torquato. Até agora 1.037 pessoas tiveram que sair de casa, sendo 967 para casa de amigos e parentes e 70 para o abrigo do município.
 
vilavelha.jpg
 
Caminhões foram disponibilizados para o deslocamento das famílias que ainda estão em risco. Segundo a assessoria de imprensa do município, é provável que mais moradores saiam de casa depois das notificações.
 
Na noite do dia 1º, uma pedra rolou na encosta do morro da Boa Vista, atingindo casas. Segundo os bombeiros, cinco pessoas foram encaminhadas para atendimento em hospitais e dez tiveram ferimentos leves e não precisaram de encaminhamento. As buscas por vítimas foram encerradas, e não há desaparecidos.
 
Com a necessidade de ter recursos para ajudar os desabrigados e fazer obras de contenção, a prefeitura de Vila Velha decretou ontem (2) estado de emergência.
 
* Agência Brasil