O MERCADO VEGANO NO BRASIL

por Luis Guilherme Zenga.

07/05/2017 17:43:00
 
O Crescimento do veganismo estimula Sociedade Vegetariana a criar área de Desenvolvimento Comercial 
 
Com mais de 15 milhões de vegetarianos no Brasil, entre os quais 5 milhões de veganos (segundo estimativa da SVB baseada em dados do IBOPE), as redes de restaurantes e lanchonetes que não começarem a entender e atender esse público ficarão para trás. Essa é a aposta da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), que lançou um novo setor de desenvolvimento comercial para auxiliar os restaurantes.
 
zenga5.jpg
 
Segundo informações obtidas por Ricardo Laurino, presidente da SVB, um programa de certificação vegana bem-sucedido - nosso Selo Vegano tem quase 300 produtos certificados no mercado brasileiro, e cresce rapidamente. Mas isso não é suficiente, já que as pessoas também buscam alimentar-se na rua. Recebemos diariamente um grande número de queixas de pessoas que não encontraram opções veganas em restaurantes e lanchonetes".
 
Diversas redes estão se movimentando e lançando boas opções veganas. É o caso da rede America, rede com 18 unidades espalhadas por São Paulo, que já tinha um hambúrguer vegetariano à base de quinua, mas que não era vegano pois tinha ovo na formulação. "Criamos uma saborosa maionese vegana de Homus para acompanhar o lanche, incluímos fatias de abobrinhas grelhadas e mudamos a forma de empanar o hambúrguer – agora sem ovo", explica o chef Marcelo Favaro, autor da receita do America.
 
Já a Castro Burguer, nova lanchonete da zona sul de São Paulo, abriu as portas já com essa preocupação, contando com a consultoria gratuita da SVB. "A SVB nos ajudou a adequar o cardápio de modo a garantir boas opções veganas em todas as partes do cardápio: lanches, saladas, sobremesas... e o retorno está sendo surpreendente. Temos uma alta demanda", explicou o sócio-fundador Fausto Almeida.

PAULISTÂNIA ASSUMIU CERVEJARIA NO EATALY

por Luis Guilherme Zenga.

07/05/2017 17:31:00
 
A Paulistânia assumiu a cervejaria instalada dentro do Eataly São Paulo. A inauguração foi justamente no dia 25 de janeiro, no aniversário da cidade, onde comemorou-se seus 463 anos.
 
zenga4.jpg
 
As cervejas:
 
Bom, as duas primeiras receitas foram produzidas e servidas com exclusividade nas torneiras do Eataly em um Happy Hour para imprensa especializada, formadores de opinião, especialistas do setor e ambas serão servidas somente no local.
 
A "Paulistânia 463", uma Festbier, homenageia os 463 anos da cidade e conta com 4 maltes, 6 % de álcool e 3 lúpulos na sua composição. Uma lager alemã festiva, leve e com bom equilíbrio entre as notas maltadas e o amargor dos lúpulos.
 
Já a "Paulistânia HOP 10", uma American Pale Ale (APA) com 10 lúpulos, em comemoração aos 10 anos do Eataly no mundo. Uma cerveja muito refrescante, apesar da alta carga de lúpulos e do dryhopping, tem um balanceado amargor, 5,2% de teor alcoólico e corpo leve.
 
Cervejaria Paulistânea:
 
A Cerveja Paulistânia nasceu em 2009 com o conceito de celebrar as tradições e a diversidade cultural de metrópoles do Brasil e do mundo. Estes sete anos de vida foram suficientes para conquistar uma posição de destaque entre as cervejas Premium no Brasil.
 
"O grande diferencial da cervejaria Paulistânia no Eataly será oferecer novas e diferentes cervejas a cada mês, com a qualidade e frescor que o consumidor exigente do Eataly merece. Quem sabe a gente não resolve futuramente envasar as receitas de maior sucesso?", comenta Marcelo Stein, diretor da Bier & Wein Cervejas Especiais e idealizador da marca Paulistânia.
 
Sobre o Eataly Brasil
 
O nome Eataly nasce da fusão de duas palavras: EAT, comer, e ITALY, Itália em inglês. Existem 29 lojas do Eataly no mundo. Quinze delas estão na Itália, nove delas estão no Japão, duas nos Estados Unidos, uma em Dubai, uma em Istambul e agora, uma em São Paulo.O primeiro Eataly na América Latina fica em São Paulo, cuidadosamente escolhido por ser a cidade onde se vive o maior número de italianos fora da Itália. São 4.500 m², três andares, 6 restaurantes, muitos outros pontos de alimentação em meio a um mercado com mais de 7.000 produtos italianos ou de produtores locaise espaços dedicados a workshopse  eventos.
 
Sobre a Bier & Wein Importadora
 
Fundada em 1986 e especializada em cervejas desde 1993, a Bier & Wein é a maior importadora independente de cervejas do Brasil e participa ativamente da formação do mercado nacional sempre trazendo as melhores e mais qualificadas marcas de cervejas do mundo. O que acabou gerando enorme expansão desse mercado no país.
 
A Bier & Wein possui ainda uma rede de franquias que traz o nome de sua cerveja: a Confraria Paulistânia – modelo de franchising que une microdistribuição regional (para atendimento de bares, restaurantes e empórios da região) e varejo (bar/loja para atendimento aos consumidores finais) trabalhando com exclusividade o portfólio de cervejas da importadora. O trabalho da empresa também é o de distribuir e realizar a gestão de marcas/marketing de cervejas especiais focando sempre na educação e disseminação da cultura cervejeira de qualidade.
 
 

HI NO ME SUSHI BAR "PINHEIROS – SP"

por Luis Guilherme Zenga.

07/05/2017 17:21:00
 
O Hi No Me Sushi Bar é um restaurante de Culinária japonesa que veio pra ficar. Localizado em um ponto de fácil acesso, na esquina das ruas Mourato Coelho e Inácio Pereira da Rocha. Um restaurante com decoração simples onde a elegância da casa se sobressai no atendimento e na culinária minuciosa que o sushi man Ramon Yamaguchi apresenta.
 
zenga3.jpg
 
Sobre o comando de Dado Macedo,com experiência no setor gastronômico desde seu último restaurante o Extra Virgem, que também foi um sucesso e infelizmente por causa de um grande incêndio o restaurante deixou de existir. Mas isso não queimou as forças deste empresário que deu a volta por cima, e hoje está sobre a direção de mais um sucesso em São Paulo.  
 
Segundo Dado, o Hi no Me Sushi Bar nasceu por adorar a culinária japonesa e o sonho de fazer o melhor, com a missão de atender a clientes que buscam perfeição  neste tipo de culinária e com o compromisso de oferecer uma grande variedade de peixes e frutos do mar da mais alta qualidade, buscando sempre a melhor relação do preço justo com o beneficio do cliente sair satisfeito e feliz.
 
No restaurante existe o almoço executivo, que já é um sucesso o combinado de 4 peixes (salmão, olhete, pago e serra) serve também drinques diferenciados em seu extenso balcão.
 
Na preocupação de fazer o melhor, o experiente sushi man Ramon Yamaguchi prepara iguarias como ostras vivas, vieiras frescas, vongoles, mexilhões, ovas variadas, camarões, polvo, lula, além de peixes conforme a época do ano. Peixes como: o carapau, olho de boi, serra, pargo, linguado, robalo, xaréu, entre outros, para acompanhar os tradicionais atum e salmão. 
 
Entre grandes opções o restaurante oferece a deliciosa salada de vieira, um dos pratos mais pedidos e saboreados na casa. Fresquíssimas, elas ganham um delicado tempero de limão siciliano e é servida sobre uma cama de finíssimas tiras de cebola roxa. Para acompanhar, peça o picante Ti No Me (sangue nos olhos) e Suturippu (strip-tease), versões japonesas do bloody mary e do rabo de galo, respectivamente. O primeiro é preparado com suco de tomate bem temperado, sochu (destilado de arroz), e ostras frescas; o segundo é feito com licor de Ume com sochu.
 
Eu estive no restaurante e almoçando com Dado Macedo eu experimentei as delicias elaborada pelo chef Ramon. Entre vieiras, ostras e o bem servido combinado especial para duas pessoas (são 32 itens) e você consegui ter uma ideia geral das delicias do restaurante – Sushis de Atum, Salmão, Olhete, Pargo, Serra e Polvo (um par de cada tipo), 12 fatias de sashimis (um par de cada tipo), kappa-maki e tekka-maki (1 par de cada) gunkan de Uni e Ikurá (um par de cada tipo).                 Bom, da pra perceber a quantia de comida que vem neste prato. Tudo muito gostoso, bem elaborado e o atendimento impecável.
 
Vá e comprove, eu adorei!
 
Hi No Me Sushi Bar - Rua Mourato Coelho, 885, Vila Madalena

RESTAURANTE MADERO "ANÁLIA FRANCO /ZL"

por Luis Guilherme Zenga.

07/05/2017 17:00:00
 
O Restaurante Madero, que já é referência em alta gastronomia, ousou mais uma vez e inaugurou neste mês de dezembro mais um novo restaurante. Desta vez quem foi contemplado foi o Shopping Anália Franco, Zona Leste da cidade. A casa é linda, enorme, a maior da rede em São Paulo e foi mais uma empreitada do chef Junior Durski. Eu estive prestigiando o evento e além do delicioso Chopp na Caneca Congelada eu degustei os Mini Pasteizinhos de carne, também não pude deixar de comer novamente o Palmito Assado que no Madero é o máximo. E logo eu não resisti e me deliciei com o Cheeseburger Madero que é simplesmente maravilhoso. Finalizei com o Petit Gateau de doce de Leite que eu adoro!
 
zenga3.jpg
 
Bom, não para por ai, o Madero sempre com a preocupação social festejou o 83º restaurante da rede e o quinto na cidade de São Paulo com um evento beneficente.
 
Mais de 180 pessoas prestigiaram e a renda de R$ 11.600,00 foi totalmente revertida ao Cenha - Centro Social Nossa Senhora da Penha - instituição filantrópica, com 51 anos de atividades na zona leste da cidade – que atende pessoas, de baixa renda, com deficiência intelectual. O novo Madero tem cerca de 670 metros quadrados e capacidade para 217 lugares. Com a inauguração em São Paulo, o grupo abre o seu penúltimo restaurante no ano de 2016. A previsão do Madero é que, em 2017, mais 40 restaurantes sejam inaugurados no Brasil. Isso é incrível, saber que em um pais com tantos problemas atuais ainda existem empresários como Junior Durski que faz de nosso Brasil um exemplo de trabalho, perseverança e sucesso. Dá emprego para milhares de pessoas de forma honesta e com muita capacidade.
 
 
Vá conhecer a casa, indicadíssima e eu adorei!

HOF MICRODESTILARIA " SERRA NEGRA-SP"

por Luis Guilherme Zenga.

07/05/2017 16:45:00
 
Cachaça maturada em barris do mais famoso tennessee whiskey do mundo: A nova combinação brasileira
 
A Hof Microdestilaria trousse para o mercado a bebida envelhecida em barris de Bourbon e Malte Turfado e que está ganhando ainda mais apreciadores brasileiros e internacionais. A empresa fez uma apresentação geral para a imprensa e especialistas no assunto em sua sede em Serra Negra - SP. Entre muita cachaça, churrasco e delicias foi apresentado a linha de cachaças e todas muito deliciosas, foi unânime a opinião. Já sabemos que é um mercado que cada vez mais está em acessão e o Brasil tem grandes especialistas e pequenos produtores que fazem suas cachaças artesanais de qualidade única e sabor inigualável.
 
zenga2.jpg
 
A Hof Microdestilaria trousse ao mercado uma mistura que deu muito certo e que resultou na proposta de uma nova bebida que promete ser tendência no segmento: a Cachaça com Whiskey. A nova experiência ainda se mantém em caráter de exclusividade, está passando por processos de bidestilação e foi neste dia apresentada à imprensa durante esse evento fechado na sede da empresa no interior de São Paulo.
 
A mistura consiste em cachaças Hof- Alma da Serra Reserva armazenada em barris americanos de Bourbon e Malte Turfado com uma quantidade média de 10 a 15 litros de Whiskey. A junção dos dois componentes resulta em uma bebida muito singular e saborosa capaz de proporcionar experiências sensoriais únicas. Na ocasião, todos nós convidados pudemos acompanhar o processo de produção deste novo produto e degustamos o whiskey que foi utilizado no blend diretamente do barril.      
 
A cada seis meses, nós jornalistas presentes receberemos ainda pequenas doses da mistura pra que possamos acompanhar a evolução e avaliar a cor, aroma e sabor. Após esse processo de degustação e experimentos, o restante da cachaça permaneceu armazenado nos barris para comercialização em 2020.
 
Na destilaria existia um grande barril de 250 litros com quase cinco anos. O que a torna a bebida extra-premium e de acordo com os especialistas que a degustaram, está absolutamente fantástica. Desta barrica única sairá uma edição especial de 300 garrafas numeradas, mas com numeração limitada. "Segundo a empresa, a expectativa é trazer essa novidade que, já estava sendo trabalhada há algum tempo, para o mercado e conquistar o paladar de muitos apreciadores e torná-la referência no mercado nacional e internacional de bebidas", afirmou o sócio-proprietário da Hof Microdestilaria, Martin Braunholz.
 
O mercado de cachaça é um setor que vem mostrando crescimento acelerado e bastante representativo para a economia brasileira. O segmento de cachaça é o segundo maior de bebidas alcoólicas no país, atrás apenas da cerveja
 
De acordo com o IBRAC, Instituto Brasileiro da Cachaça, o Brasil atingiu em um único ano o faturamento de quase R$ 6 bilhões e produção de 500 milhões de litros de Cachaça. Além disso, o mercado já contabiliza mais de 40 mil produtores alocados, principalmente, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba. Deste número, 99% são representados por micro empresas.
 
A cachaça também tem apresentado crescimento no mercado internacional, sendo classificado como o terceiro maior destilado do mundo.