BRAHMA EXTRA & RESTAURANTE WEEK 2016

por Luis Guilherme Zenga.

City Portal
08/05/2016 20:15:00
 
O Restaurante Week já está em sua 18ª edição e a cerveja que vai patrocinar é a Brahma Extra. Eu tive a oportunidade de participar do jantar de apresentação do Restaurante Week no Capim Santo e está deliciosa cerveja já estava presente para os convidados no lançamento do evento.
 
22835a.jpg 22835b.jpg 22835c.jpg
 
Brahma Extra estará nos restaurantes com três opções: Lager, Weiss e Red Lager, que unem a qualidade e a referência em sabor já conhecidas de Brahma Extra em sabores que prometem surpreender em possibilidades de harmonizações. As três cervejas caem muito bem com os pratos dos restaurantes participantes. São de sabores e texturas diferentes e vão muito bem com o gosto do brasileiro.
 
O Restaurant Week tem como objetivo disponibilizar o que a gastronomia da cidade tem de melhor a preços democráticos. Brahma Extra também. As três versões especiais têm preço acessível no mercado e ao mesmo tempo trazem a qualidade reconhecida de Brahma, em receitas especiais e estilos cervejeiros diferentes.
 
Para harmonizarem perfeitamente os pratos com as cervejas, os restaurantes participantes receberam um treinamento exclusivo, feito pela Mestre Cervejeira e Sommelier de Cervejas da Ambev, Laura Aguiar.
 
Bom, eu adoro cerveja e a Brahma Extra já faz parte de meu dia a dia e com certeza pretende cada vez mais cair no gosto do público que pede por uma cerveja diferenciada, com sabor marcante e com valor bem acessível.
 
Ah! vale ressaltar que o preço da Brahma Extra não estará inserido no valor do prato durante o evento. Qualquer uma das três variantes será vendida por R$ 4,90 nos restaurantes parceiros. Além disso, os restaurantes poderão indicar harmonizações adequadas entre seus pratos e cada uma das cervejas de Brahma Extra, para proporcionar uma experiência ainda mais prazerosa ao consumidor. Muito bom né?
 
Falando de cerveja, vamos saber um pouco de cada uma:
 
Brahma Extra Lager: De puro malte,  Brahma Extra Lager buscou manter a identidade de Brahma Extra e apresenta um líquido de corpo médio, cor dourada, amargor médio, espuma cremosa e com fundo suavemente herbal. Combina com carnes vermelhas e petiscos.
 
Brahma Extra Red Lager: Também de puro malte,  a versão Red Lager tem uma tonalidade vermelha devido aos maltes torrados, o que traz um dulçor sutil, amargor moderado, corpo médio, notas frutais e baixa acidez. Harmoniza com massas com molhos condimentados e queijos.
 
Brahma Extra Weiss: Altamente refrescante, Brahma Extra Weiss apresenta um líquido amarelo turvo, com uma espessa espuma branca, baixo amargor, discretas notas frutais e de especiarias, acidez moderada e leve dulçor. Harmoniza bem com pratos leves como: saladas, aves e peixes pouco gordurosos.
 
Experimente, eu adorei!

CONCURSO: COMIDA DI BUTECO 2016

por Luis Guilherme Zenga.

24/04/2016 14:18:00
 
O Comida di Buteco está chegando a quinta edição em São Paulo, segundo informações que obtive será eleito pela primeira vez o melhor boteco do Brasil. O concurso começou no dia 15 de abril e vai até 15 de maio. São 49 estabelecimentos de todas as regiões da capital que vão disputar o título de Melhor Boteco de São Paulo e com opções incríveis, saborosas e criadas especialmente para o evento.
 
buteco2.jpg
buteco1.jpg buteco3.jpg
 
O empenho este ano foi grande dos donos de bares em criar o seu petisco para concorrer e deixar o público satisfeito com sua criação e também vale ressaltar que o preço será no máximo de até R$ 25,90 nas 20 cidades onde será realizado.
 
Bom, eu já tive a oportunidade de ser jurado em alguns destes concursos e tudo é muito sério e bastante competitivo. Os donos de botecos dão o seu melhor para criar pratos bacanas, gostosos e apresentáveis para concorrer e ter seu bar em destaque. A qualidade de alguns pratos deste ano eu tive a oportunidade de experimentar e achei muito bom e saborosos. Quanto ao valor é justíssimo e acredito que todos tem chance de serem os vencedores deste Comida di Buteco 2016.  
 
O concurso já está completando 16 anos e cada vez mais seletivo com seus participantes.
 
Funcionará da seguinte forma: o público e júri irão visitar os concorrentes e avaliá-los em 4 quesitos: o petisco (item responsável por 70% da nota), a higiene do local (10% do peso), o atendimento(10%) e a temperatura da bebida (10%), dando notas que vão de 1 a 10. O voto do júri vale 50%; o do público, também 50%. O Instituto de Pesquisas Vox Populi é o responsável pela apuração dos votos em todas as 20 cidades que participam do Comida di Buteco.
 
Ah! a partir dessa edição acontecerá pela primeira vez a ELEIÇÃO NACIONAL DO MELHOR BOTECO DO BRASIL. Em junho, finalizadas todas as premiações regionais, um comitê de jurados vai conhecer os vencedores de cada uma das 20 cidades, dará suas notas e, dessa forma, será eleito o melhor boteco do país. Agora o voto de cada pessoa e cada jurado, passa a ter importância ainda maior. O melhor da cidade vai concorrer ao título de melhor boteco do Brasil. Por isso foi dada a opção do tema do petisco ser livre, para que cada participante possa demonstrar o seu melhor.
 
Obs: só são convidados para a disputa estabelecimentos cujos donos estão à frente no dia a dia do negócio, ou seja, botecos com 'a cara' e a identidade do proprietário. Não são admitidos estabelecimentos ligados a redes ou franquias. Critério válido para todo o país. Ao todo, 500 botecos competem nas 20 cidades.
 
O ROTEIRO NACIONAL
 
REGIÃO SUDESTE
MINAS GERAIS
Belo Horizonte
Juiz de Fora
Montes Claros
Uberlândia
Poços de Caldas
Vale do Aço (Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano)
 
SÃO PAULO
São Paulo
Campinas
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
 
RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro
 
REGIÃO CENTRO-OESTE
GOIÁS
Goiânia
DF 
Brasília
 
REGIÃO NORDESTE
Bahia 
Salvador
Pernambuco       
Recife
Ceará        
Fortaleza
 
REGIÃO NORTE
Amazonas  
Manaus
Pará  
Belém
 
REGIÃO SUL
Rio Grande do Sul       
Porto Alegre
Paraná      
Curitiba
 
 
Boa sorte a todos!

RESTAURANTE AGUZZ0 - SP

por Luis Guilherme Zenga.

07/04/2016 00:02:00
 
O Restaurante Aguzzo fica no bairro de Pinheiros em São Paulo. Local de fácil acesso e também fora do circuito de restaurantes e bares. É elegante, charmoso, uma casa muito tranquila para um jantar a dois, também para almoço de negócios, encontro de familiares e amigos. Eu estive visitando o Aguzzo e fiquei perplexo com a qualidade da comida. O cuidado do chef Alessandro Oliveira com à apresentação e delicadeza dos pratos, tudo com tamanho bom gosto que parece mais uma obra de arte, impecável além de deliciosos.
 
 
A casa foi inaugurada há 10 anos e ficou conhecido pela sua rica gastronomia italiana oferecida com qualidade, bom gosto e aquele gostinho de sair satisfeito de um restaurante.
 
O que diferencia este restaurante dos demais é a produção de massas feitas artesanalmente na casa, como o Fettuccini, Gnocchi, Ravioli, que podem ser combinados com diversos molhos.
 
 aguzzo5.jpg
aguzzo4.jpg 
 
Segundo informação que obtive na casa, entre os pratos mais pedidos, estão o Ossobuco di Vitello alla Milanese, o Gnocchi di patate al burro e salvia con parmigiano, o Classico Filetto alla Parmigiana Aguzzo, a Lasagne alla bolognese  e o Risotto di Zafferano con ragù di agnello.
 
O Restaurante foi fundado em abril de 2006 por Osmânio Rezende, hoje comandado pelo competente Fábio Silveira, "o Fabinho" e quem assina a cozinha é o talentoso chef Alessandro Oliveira como já citei.
 
Com receitas clássicas, o cardápio montado desde sua inauguração passeia pela cozinha italiana clássica e está em constante renovação, dos pães aos doces, tudo é elaborado no restaurante com ingredientes da mais alta qualidade.
 
Em minha degustação iniciei com os deliciosos pães feitos na casa com os patês e a manteiguinha que não pode faltar. São tão macios que você não consegui parar de comer. Já na sequência, uma linda salada de folhas que parecia mais uma flor com finas fatias de polvo cozido com limão, alcachofra e pimenta rosa. Simplesmente deliciosa e na media da certa. Já no primeiro prato, uma irresistível massa fresca recheada com queijo de cabra e trufa negra, molho de cogumelos. 
A massa no ponto certo, o recheio de uma delicadeza e suavidade única. Um prato que não passa despercebido e marca por sua personalidade, sabor e equilíbrio dos temperos. Maravilhoso! Na finalização dos pratos quentes, o Gnocchi que já é um sucesso na casa, muito bom e regado com um saboroso molho ao sugo. Na sequência, foi apresentado o prato vencedor de prêmios que é o "filet mignon à parmegiana" (Filé mignon empanado com pão feito na casa, crocante, gratinado com parmesão e molho de tomates frescos). Acho que foi o melhor que comi até hoje, é muito bem feito, tão crocante, que é impossível alguém não gostar. A carne é no ponto certo e a cobertura é feita com tamanho cuidado que fica delicioso. Este é o prato que eu indico pra todos vocês que não conhecem a casa, entre outros pratos incríveis, não deixe de conhecer este Filé Mignon. É demais!
 
Ah! outra novidade, você pode também levar pra casa essas delicias. O restaurante mantém duas unidades da loja Aguzzo Pasta Tradizionale, uma em Pinheiros (ao lado do restaurante) e outra em Moema, onde vendem massas secas e recheadas, pães e molhos.
 
Bom, eu não posso deixar de registrar que o Restaurante Aguzzo está no Guia Michelin 2015 e também recebeu o selo "Ospitalità Italiana - O certificado de qualidade para classificar os restaurantes, onde São Paulo foi a primeira cidade fora do território italiano a recebê-lo.
 
O objetivo do selo é avaliar a hospitalidade e a tradição italianas, por isso os requisitos para participar englobam desde a presença de, ao menos, um funcionário fluente em italiano até a proposta gastronômica, que deve conter pratos e vinhos da tradição do país e serem elaborados com produtos comprovadamente de origem italiana.
 
 
Vá e comprove, eu adorei!

RESTAURANTE VEGETARIANO APFEL "JARDINS –SP"

por Luis Guilherme Zenga.

06/04/2016 13:39:00
 
O Restaurante Apfel, é vegetariano, também orgânico em 80% de seu cardápio, dependendo da disponibilidade dos produtos no mercado, mas sempre dá preferência por produtos orgânicos na maior parte do "cardápio". Está localizado na região dos Jardins, em SP. Local de fácil acesso, o público frequentador é bem selecionado e adoradores de uma boa gastronomia.
 
  ap3.jpg
 ap4.jpg
 
Eu estive degustando os pratos preparadas pela chef Mylenne Signe e realmente a preocupação de apresentar uma boa comida de qualidade é grande. A casa é linda, um ar de cantina europeia, tudo muito delicado, bom gosto e o atendimento impecável. Mylenne me contou que a preocupação na montagem do cardápio é grande, pois nem todos os dias temos os mesmos legumes da época e alguns temos que usar muito mais da criatividade para criar pratos diferentes com os legumes e frutas do momento. Já sabemos que determinados legumes dão infinitos pratos, enquanto outros, não nos dão tantas opções. Mas Mylenne faz milagre, pois sua comida é leve, saborosa e apresenta sempre grandes variedades em seu restaurante.
 
Em São Paulo temos muitas opções em restaurantes, mas não, nesta linha vegetariana e também orgânica. E o Apfel eu indico como um bom restaurante, bom custo benefício e para quem trabalha na região da av. Paulista, ou passeia pelo bairro nos finais de semana, é uma boa opção de restaurante.
 
Ah! algumas das delicias apresentadas no cardápio são: o nhoque de beterraba ao pesto de manjericão, moqueca de tofu com algas marinhas e hambúrguer de banana com aveia, e não deixe de experimentar a lasanha de legumes e a feijoada light. Como já citei, todos com ingredientes orgânicos e livres de conservantes artificiais.
 
Sobre a chef Mylenne Signe – Ela está sempre  testando novos ingredientes com o objetivo de levar sabores e aromas diferentes aos clientes do restaurante. Prioriza os produtos sazonais e os pequenos produtores, pois acredita que a alimentação vegetariana e orgânica não é só um posicionamento nutricional, mas uma atitude com o planeta.
 
Obs: Na casa também é possível saborear sucos e chás com ervas e frutas da estação, cafés, refrigerantes e até vinhos orgânicos e também existe produtos da casa a venda para o seu dia a dia.
 
 
Vá e comprove, eu adorei!

LUZ, CÂMARA, BURGER! "INAUGURADO EM SP"

por Luis Guilherme Zenga.

29/03/2016 19:11:00
 
Luz, Câmera, Burger! Foi inaugurado na Vila Mariana – SP. Um local de fácil acesso, com estacionamento em frente e um amplo quintal ao ar livre. Descolado, bacana e com um pegada jovem e divertida. Segundo os donos, "Burger simples e saboroso, fresco, mas sem frescura". Essa é a proposta do Luz, Câmera, Burger!
 
luzburger1.jpg
Fabiano Curi, Daniel Satti, Orlando Neto e Rodrigo Curi
 
Lanchonete inaugurada com festa entre, vips, amigos da casa, jornalistas, blogueiros de gastronomia e experts em hambúrguer.
 
Os sócios Fabiano, Rodrigo Curi e Orlando Neto, também donos da produtora R2O Filmes são os grandes idealizadores desta nova casa que com certeza já é sucesso.
 
Eu estive na festa que rolou entre muitos lanches, petiscos e cerveja gelada, muita gente bacana e, além do mais, teve o som do DJ Walter Bakaleiko.
 
luzburger3.jpg
Luis Guilherme Zenga e Rodrigo Gouvêa
 
luzburger4.jpg
Luis Guilherme Zenga, Sheila Grecco e Rodrigo Gouvêa
 
Bom, a ideia veio após o sucesso em hamburgadas informais para amigos na sede da produtora, o trio resolveu investir, há dois anos, na paixão pela gastronomia, participando de feirinhas gastronômicas e circulando pela cidade com um food truck. Agora, monta loja fixa, uma hamburgueria dentro de dois contêineres e com projeto de construção totalmente sustentável, feito a partir do reuso de materiais, como madeira de demolição e vigas de metal.
 
luzburger2.jpg
 
A Gastronomia é simples, saborosa, lanches feitos com muito carinho e são muito bem servidos. O serviço é informal, o próprio cliente faz o pedido e o pagamento no  balcão, a ideia é oferecer dos clássicos, como o cheeseburger, o Basicão (blend especial e secreto de carnes, queijo prato ou cheddar), até os mais cinematográficos, como o 16 MM (hambúrguer de 180g, queijo prato e gouda, cebola roxa e molho especial da casa, feito com páprica). O bom e velho hambúrguer com uma pitada de criatividade.
 
 
Vá e comprove, eu adorei!