Espaço Vinil

selo Anuncieaqui triplo

Sesc Santana realiza shows da Orquestra Vermelha

por Redação.

Em duas apresentações, a orquestra de um músico só questiona a relação do artista com os meios eletrônicos
 
orquesver.jpg
 
O Sesc Santana realiza, nos dias 29 e 30 de agosto (sábado, 21h e domingo, 18h) o show da Orquestra Vermelha. Questionando a relação do artista com os meios eletrônicos, a banda é formada por um só músico acompanhado por quatro grandes painéis de Led que exibem as silhuetas dos integrantes virtuais da Orquestra em tamanho real – como se de fato estivessem presentes no palco. As projeções podem ser controladas ao vivo por meio de pedais, alternando playbacks e samples. No  repertório músicas eletrônicas, com composições autorais.
 
Desenvolvido por Matheus Leston, o projeto expõe contradições fundamentais de um show: se, durante as apresentações, os playbacks e samples são cada vez mais comuns, o que é “ao vivo”? Para que vamos a shows? Para ver pessoalmente ou para vivenciar um espetáculo completo, cuja visualidade é tão importante quanto o som?
 
Matheus Leston é músico, artista e produtor musical. Criou e produziu a Orquestra Vermelha, projeto iniciado em 2013 e premiado pelo Programa Rumos. Foi o responsável pela cenografia do espetáculo multimídia “Todas as Manhãs do Mundo”. É membro da Patife Band, de Paulo Barnabé, e trabalhou em instituições de arte, como o Instituto Tomie Ohtake e Fundação Bienal de São Paulo.
 
Ficha técnica
Concepção e produção: Matheus Leston
Contrabaixo elétrico e acústico: Gustavo Boni
Piano elétrico: Mauricio Orsolini
Metais: Richard Fermino
Piano: Paulo Braga
Bateria: Sam Tiago
Guitarra e voz: Eddu Ferreira
Vídeo, fotos e produção: Danila Bustamante
 
Sesc Santana.
Dias 29 e 30 de agosto. Sábado, 21h; domingo, 18h.
Ingressos: R$7,50 a R$25.
Teatro. Capacidade: 330 lugares.
Recomendação etária: Livre.
Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo
Telefone para informações: (11) 2971-8700
Acesso para deficientes – estacionamento – ar condicionado.
Estacionamento – R$7 período do espetáculo (desconto de 50% para comerciários com credencial plena – Sesc).
Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portal http://www.sescsp.org.br
 
Funcionamento da bilheteria do SESC Santana – de terça a sábado, das 9h às 21h e aos domingos, das 10h às 18h. Aceitam-se cheque, cartões de crédito (Visa, Mastercard, Diners Club International e American Express) e débito (Visa Electron, Mastercard Electronic, Maestro, Redeshop e Cheque Eletrônico). Ingressos podem ser adquiridos em todas as unidades do SESC.

Lançamento do CD “CANELA”, de RENATO BRAZ E MAOGANI, no SESC Vila Mariana

por Redação.

O show, em 21 de agosto, reunirá diversidades da música latino-americana
 
Renato Braz e o Quarteto Maogani promovem show em São Paulo para o lançamento do álbum “Canela”. A apresentação acontecerá no dia 21 de agosto às 21h, no SESC Vila Mariana.
 
canela2.jpg
 
A trilha sonora deste encontro traz um olhar brasileiro sobre um repertório repleto de canções de diversos países latino-americanos, com nuances, cores e ritmos tão profundos e pouco conhecidos no Brasil. O instrumento que permeia esta obra é o violão, onipresente em seu papel de acompanhante principal da música popular de toda a América do Sul. Em cada país, em cada sotaque, em cada diferente gênero popular, o instrumento ganha uma sonoridade particular e, neste álbum, surge em diferentes combinações e texturas.
 
As músicas escolhidas trazem gêneros populares que atestam toda a riqueza rítmica da música latino-americana. Sempre dialogando, como não poderia deixar de ser, com a atual música brasileira.
 
Considerado uma revelação da MPB na última década, Braz construiu uma carreira premiada, que alcança plateias do mundo inteiro por conta de sua voz com timbre marcante. O Quarteto Maogani, com 19 anos de carreira, se tornou um dos grupos de câmara mais populares e reconhecidos no cenário musical nacional. O grupo, que recentemente conquistou o 26º Prêmio da Música Brasileira (na categoria “Melhor Grupo Instrumental”), desenvolve uma sonoridade autêntica em seus arranjos de violão. Neste novo trabalho, o Quarteto apresenta Sergio Valdeos como novo integrante, reconhecido como um dos violonistas mais populares no Peru devido a sua especialidade no repertório latino-americano e sua atuação como diretor musical e arranjador da cantora Susana Baca. O álbum tem participação especial de Maurício Marques, violonista e compositor gaúcho, integrante do Maogani entre 2005 e 2012.
 
Para mais informações: http://www.maogani.com.br/
 
SESC Vila Mariana
Data: 21 de agosto (sexta-feira)
Horário: às 21h
Local: Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana
Ingresso: 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia-entrada) e R$ 7,50 (comerciário)
Faixa etária: Livre

Orquestra Sinfônica de Jerusalém apresenta-se em São Paulo

por Redação.

A Orquestra Sinfônica de Jerusalém, sob regência do consagrado Maestro Frédéric Chaslin e com solo do violinista israelense, Itamar Zorman, subirá ao palco do Teatro Alfa, no dia 03 de setembro, às 21h, para um concerto beneficente em prol  da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp).
 
sinfonjerus.jpg
 
O programa inclui Don Giovanni, de Wolfgang Amadeus Mozart e o Concerto para Violino de Tchaikovsky com Itamar Zorlan, que aos 26 anos conquistou a medalha de ouro do Concurso Tchaikovsky em Moscou, em 2011, interpretando este mesmo concerto.
 
Além de São Paulo, a Orquestra Sinfônica de Jerusalém  também se apresentará  em Belo Horizonte - 29 de agosto-  Sala Minas Gerais,  no Rio de Janeiro – 31de  agosto- Teatro Municipal e em Curitiba, 1º  de setembro -  Teatro Positivo.
 
Programa:
 
Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) : Abertura de "Don Giovanni", K. 527 (7’)
Piotr Illitch Tchaikovsky: Concerto para violino em Ré maior, Op. 35 (37’)
Allegro moderato
Canzonetta - Andante
Finale - Allegro vivacissimo
Solista: Itamar Zorman    
Intervalo
 
J. Brahms: Sinfonia nº 4, em mi menor, Op. 98 (40’)
Allegro non troppo
Andante moderato
Allegro giocoso                               
Allegro energico e passionato 
 
Orquestra Sinfônica de Jerusalém sob a regência de Frédéric Chaslin
03 de setembro de 2015  - Horário: 21h
Teatro Alfa
R. Bento Branco de Andrade Filho, 722 - Santo Amaro
Preços: De R$ 50,00 a R$ 400,00 
**Cartões de crédito: Visa, Mastercard, American Express e Diners.
Lotação: 1.110 lugares
Estacionamento: Em frente ao Teatro Alfa - 1000 vagas
Recomendação etária: Livre - Possui acesso para deficientes físicos

Elis Regina é tema de festa no Armazém Cultural SP

por Redação.

Público vai poder revisitar os clássicos da eterna Pimentinha, apresentados pela banda Os Brazucálias
 
grazielamed.jpg
 
Em 1982, o Brasil chorou a morte de uma das maiores personalidades e cantoras do país, Elis Regina. Desde então, é possível saudar sua carreira e gênio marcante ao ouvir suas interpretações em rádios e coletâneas e ver seus vídeos em canais da internet. Nessa sexta, 10 de julho, o Armazém Cultural SP convida os fãs da Pimentinha para dividir a saudade e brindar a história da cantora com a festa Os Brazucálias homenageiam Elis Regina.
 
Sob o comando vocal de Graziela Medori (filha da cantora Claudya e do músico Chico Medori), a banda promete muito suingue e emoção com roupagens novas para clássicos como Madalena, Velha Roupa Colorida, Alô Alô Marciano, Como Nossos Pais e Ladeira da Preguiça.
 
Segundo Edu Peixoto, sócio-diretor do espaço, a noite promete reviver o auge da trajetória da artista. “Elis era chamada de Furacão por sua forte presença e potência vocal inquestionável. A Grazi é um desses jovens talentos que podem homenagear e emocionar o público dessa maneira. Vai ser uma noite de fortes e boas emoções”, adianta.
 
A festa começa às 23h e ainda contará com uma DJ surpresa. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente na bilheteria local ou por e-mail ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ) por R$ 15 – no dia, o valor será de R$ 20.
 
Os Brazucálias homenageiam Elis Regina, no Armazém Cultural SP
sábado, 10 de julho, a partir das 23h
Rua dos Cariris, 48, Pinheiros – próximo ao metrô Faria Lima.
Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente na bilheteria local ou por e-mail ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ) por R$ 15 – no dia, o valor será de R$ 20
Classificação: 18 anos

CLÁSSICOS NA PRAÇA VICTOR CIVITA

por Redação.

BANDA SINFÔNICA INFANTO-JUVENIL DO GURI SE APRESENTA SOB REGENCIA DE MONICA GIARDINI
Apresentação gratuita ocorre no dia 5/7, às 11h
 
Banda10.jpg
Foto | Roberta Borges
 
Há anos a Praça Victor Civita se notabiliza como espaço de fomento à cultura, com espaço garantido para os novos talentos da música clássica. No dia 5/7 (domingo), às 11h, a Banda Sinfônica Infanto-Juvenil do Guri, formada por jovens com idade entre 11 e 15 anos, sobe ao palco sob a regência da premiada mestre Monica Giardini.
 
Formada por alunos selecionados por meio de audições, a Banda Sinfônica Infanto-Juvenil tem como objetivo oferecer um primeiro contato com um repertório específico para esse tipo de grupo. Criado em 2012, já realizou concertos em importantes espaços culturais da cidade de São Paulo.
 
Repertório da apresentação:
 
Terry Kenny
Suite on Russian Dances
 
Alfred Reed
Ode For Trumpet (Solista Rafael Santos da Silva)
 
Ted Huggens
Symphony of Praise
 
Carl Witrock
Lord Tullamore
 
Banda Sinfônica Juvenil
Data: 5 de julho (domingo)
Horário: 11h
Local: Praça Victor Civita | Rua Sumidouro, 580 – Pinheiros
Ingresso: entrada gratuita*
Classificação: livre
Outras informações: (11) 3031-3689 ou http://www.pracavictorcivita.org.br
*A praça conta com uma arquibancada coberta com capacidade para 290 pessoas. Não é necessário retirar ingressos com antecedência.