Thaís Ibanez, Uma Artista Completa, Completamente Brasileira

por Redação.

 
Cafézinho | 60x70cm - Óleo s/ tela
 
Nasceu em Diadema, São Paulo, em 1982.
 
Iniciou sua carreira como artista plástica aos 18 anos e logo lhe surgiu o interesse em retratar as riquezas culturais do seu país.
Sua inspiração vem de: cerâmicas, esculturas, dança, música e outras manifestações culturais das mais diversas regiões brasileiras.
 
Por conta da singularidade de seu trabalho, sua arte já estampou coleções de grifes de moda, merchandising e home. Regularmente suas obras ilustram livros de renomadas editoras brasileiras, devido à forma pessoal que ela tem de retratar a nossa cultura popular. Seu trabalho tornou-se fonte de estudo de professores e alunos em escolas das mais diversas regiões do país.
 
Frequentemente é convidada para participar de exposições no Brasil e no exterior.
 
 
Ritmo Baiano | 60x90cm - Óleo s/ tela 
 
 
Ê Baiana | 60x90cm - Acrílico s/ tela    
 
 
Lajes da Favela  | 50x60cm - Acrílico s/ tela 
 
 
Pífanos | 60x80cm - Óleo s/ tela 
 
 
Nossa Senhora do Samba | 50x50cm Acrílico s/ tela 
 
  
 
Ovos de Avestruz | 13x11cm (em média)

Telas brasileiras na Espanha

por Redação.

 
Dois quadros do pintor paulista Rafael Murió serão expostos na mostra “Art Meeting in Barcelona”, a partir do dia 24 de agosto, na BCM Gallery, situada no centro de Barcelona.
 
O evento reunirá diversos artistas europeus e americanos. “Trata-se de um encontro anual nessa cidade que já é das Artes e da Cultura, um verdadeiro museu a céu aberto, que abriga obras de Gaudí e a coleção mais completa do mundo de Picasso”, afirma a curadora Geni Settanni, da Waylight Eventos Culturais. 
 
Rafael Murió está completando 50 anos de carreira e vem se destacando por ser um dos pintores com maior presença em eventos internacionais. Só neste ano, participou de exposições no Carrousel du Louvre, em Paris (França), em Nova York (EUA) e na cidade do Porto (Portugal).
 
Suas obras estão presentes em acervos de grandes colecionadores, principalmente europeus, americanos e australianos. No País, podem ser encontrados nos principais leilões do mercado de arte, além de galerias e museus. Detém inúmeros certificados, prêmios e menções honrosas, além de registros em diversos guias de arte.
 
“Art Meeting in Barcelona”
Exposição: de 24 a 31 de agosto de 2013
Local: BCM Gallery
            Bailén, 134
Barcelona - Espanha

Carbono Galeria lança sua galeria virtual

por Redação.

Obra inédita de Sergio Sister é a primeira disponível via pré-venda
 
 
A Carbono Galeria, inaugurada em março de 2013 com a intenção de difundir a arte contemporânea e valorizar os trabalhos em edição, lança seu e-commerce, que funciona em seu próprio website (www.carbonogaleria.com.br). Além da comodidade de poder comprar obras de arte sem sair de casa, com entregas para todo o Brasil, a galeria oferece como vantagem, para clientes cadastrados, a aquisição dos lançamentos exclusivos da Carbono via pré-venda.
 
O e-commerce é mais um atrativo do já bastante informativo site da Carbono, que apresenta conteúdo das exposições que a galeria produz, entrevistas, informações completas sobre artistas e obras, além de recomendações bibliográficas.
 
 
A primeira obra a ser lançada através do site é uma escultura inédita de parede do artista plástico paulistano Sergio Sister, que esteve em exposição individual na Pinacoteca do Estado de São Paulo entre fevereiro e maio. A peça, produzida em materiais variados, como madeira e metal, tem edição limitada de 20 unidades, com quatro variações disponíveis (cinco de cada).
 
A obra múltipla de Sergio Sister será lançada na Carbono Galeria no dia 08 de agosto, quinta-feira. A escultura de parede inédita está disponível para pré-venda no site da galeria.
 
Carbono Galeria – lançamento de obra inédita de Sergio Sister
Lançamento: 08 de agosto de 2013, quinta-feira, das 17h às 20h
Endereço: Rua Joaquim Antunes, 59, Pinheiros – São Paulo
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira das 10h às 19h, sábados das 11h às 15h
Telefone: 4564-8400
Entrada franca
Pré-venda a partir do dia 05 de agosto através do site da galeria (www.carbonogaleria.com.br)

Fotógrafa paulistana realiza intervenção urbana no bairro Barra Funda

por Redação.

Exposição “A Cara da Barra Funda” retrata, nos muros do bairro, os diversos tipos urbanos que frequentam e caracterizam a região
 
 
A artista Bia Ferrer montará no dia 03 de agosto, sábado, um painel com cerca de 200 fotografias, coladas em formato lambe-lambe, num muro do bairro da Barra Funda, numa ação que concretiza o projeto “A Cara da Barra Funda”, inspirado na pesquisa Authentic Portrait, que a fotógrafa realiza desde 2008, fotografando os tipos urbanos que circulam pelas ruas das grandes cidades do mundo, como Santiago do Chile, Londres, Berlin e Nova Iorque. Para celebrar o projeto, no mesmo dia, será realizada uma festa na sede da Agência Lema, na Santa Cecília, com os DJs Akin Deckard e VEKR, do Coletivo Metanol, seguidos de Sacoman, Bárbara Eugênia e Club Soda. 
 
O painel, localizado na Rua Barra Funda, na esquina com a Avenida Pacaembu, será montado durante o dia 03 de agosto e contará com a colaboração do coletivo Os Primo (Loro Verz e Raphael Popovic), que completarão a colagem da artista com grafite e poesias sobre a cidade, o bairro e as pessoas.
 
A escolha do bairro da Barra Funda surgiu a partir da vontade da artista em expor sua arte no espaço público onde ela vive e assim valorizar mais a região. Para isso, a fotógrafa andou pelas ruas do bairro entre os meses de junho e julho, retratando os tipos urbanos que circulam por ali, procurando os ícones e personagens que, por durante muitos anos, foi uma região majoritariamente industrial e que agora passa por uma grande mudança, convertendo-se em uma área residencial e de agitada vida noturna. 

 
O conjunto de retratos forma um panorama de pessoas, com idades e personalidades diversas, que revelam signos culturais desta época e deste lugar. A técnica adotada para a colagem de fotos, o lambe-lambe, sugere a retomada de uma atividade que foi superada pela facilidade tecnológica e pela pressa imposta pelos tempos modernos, mas continua se incorporando ao cenário urbano como nenhuma outra.
 
O acervo da artista reúne cerca de 5 mil imagens capturadas em São Paulo, São Bernardo do Campo, Rio de Janeiro, Bogotá, Cartagena da Índia, Santiago do Chile, Vina Del Mar, Valparaíso, Berlin, Amsterdam, Londres e Nova Iorque. 
 
Mais informações sobre Bia Ferrer: http://biaferrer.wordpress.com/

TAG Gallery apresenta “God Save the King Clown”, do artista Mimi the Clown

por Redação.

 
Pela segunda vez no Brasil, francês traz uma série inédita de desenhos e stencil
 
A TAG Gallery, espaço dedicado à arte dentro da TAG and JUICE, realiza, no dia 27 de julho, sábado, a abertura da “God Save the King Clown”, exposição individual do artista e palhaço francês Mimi the Clown (Miguel Donvez). A mostra chega com a proposta de divertir o espectador, característica conhecida do artista, que traz uma série de desenhos originais em aquarela e uma série de stencil usando como suporte discos de vinil com atitude rock and roll. Em cartaz até o dia 21 de setembro.
 
Nos desenhos originais o artista propõe uma releitura em autorretrato de um Rei Palhaço. Já nos discos de vinil, os stencils passeiam também pelo autorretrato de personagens músicos, utilizando de uma linguagem pop e psicodélica. Este paralelo tem como proposta remeter a uma festa rock and roll, com atitude medieval, quando havia mais tempo para momentos de lazer e divertimento nas ruas.
 
“Observando esta nova exposição do Mimi The Clown, nos dá vontade de estar em uma festa medieval onde se encontravam os mais diferentes artistas de rua que propunham arte com música, danças e alegria, mas neste caso a festa que o artista propõe tem muito rock and roll”, observa Billy Castilho, diretor de arte e organizador da exposição. 
 
Viva o Rei Palhaço do rock! Deus salve o Rei Palhaço!
 
Mimi the Clown (Miguel Donvez) 
Mimi the Clown é um artista francês, provocador e engajado. Hoje, é um dos principais representantes de Street Art de seu país. Desde 2003, sua produção é conhecida pela forte crítica à sociedade e a mistura de elementos religiosos e políticos. Seu objetivo é combater o que, para ele, é uma grande junção de farsas. Sua personalidade forte vai além de sua arte. Mimi the Clown já foi candidato à presidência da França. 
 
Com forte influência da cultura rock e punk, além de inspiração no Renascimento Italiano, seus desenhos de palhaços estão espalhados pelos muros das cidades por onde passa e principalmente em Paris. Imagens irônicas e debochadas são características marcantes de sua arte. Mimi the Clown soma inúmeras exposições de arte urbana na Europa e no mundo.
 
God Save the King Clown @ TAG Gallery
Abertura: 27 de julho, sábado, das 12h às 15h
Período expositivo: 27 de julho à 21 de setembro de 2013
Rua Gonçalo Afonso, 99, Vila Madalena – São Paulo
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Telefone: 2362-6888/ 2368-9361
De terça-feira a sábado, das 12h às 19h
Entrada gratuita/ livre