“CAUSA NÓS” dá início a LEILÃO DE ARTE ON-LINE para ajudar o GACC

por Redação.

 
 
Para os amantes da arte, a oportunidade de aquisição de uma obra se transforma em um ato de doação à crianças e jovens com câncer
 
O “Causa Nós” dá início a segunda fase do projeto. Começa nesta segunda- feira (15), o leilão de arte on-line das mais de 120 obras doadas por artistas nacionais e internacionais. Os interessados já podem fazer lances através do link www.arteeeventosleiloes.com.br. Já no dia 28 de abril será realizado o leilão presencial, a partir das 14h30, sob o comando do leiloeiro oficial Roberto de Magalhães Gouvêa, com o apoio da Galeria Arte e Eventos.
 
O “Causa Nós”, que começou em dezembro de 2012, inaugurou no último dia 7, no Espaço de Arte Mantiqueira, na rua XV de Novembro, 148 – distrito de São José dos Campos -, exposição da maioria das obras doadas. A mostra, com entrada gratuita, está aberta ao público até o próximo dia 27 de abril, de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h, e das 16h às 20h. Sábado e domingo, das 10h às 20h. A coleção completa das obras doadas está exposta no site www.causanos.com.br
 
Todo dinheiro arrecadado com o leilão será revertido para o hospital do GACC (Grupo de Assistência à Criança com Câncer), de São José dos Campos, que passa por grave crise financeira. A entidade atende mais de 500 crianças e jovens do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira. O hospital tem convivido com um déficit crescente, que o obrigará a reduzir o universo de crianças atendidas.
 
A curadoria da exposição, que conta com obras de artistas do Vale do Paraíba, de várias outras regiões do Brasil e da América Latina, está sob a responsabilidade de Ângela Barbour, gerente da Galeria Marta Traba da Fundação Memorial da América Latina, e de Raquel Fayad, presidente da AMART, diretora geral do ponto de Cultura AMART Cultural e diretora do Museu Histórico Paulo Setúbal.
 
A equipe conta o auxílio de vários artistas consagrados e emergentes, entre eles, os brasileiros Guto Lacaz, Ivald Granato, Manabu Mabe, Yugo Mabe, Beth Moysés, Carola Trimano, Edith Derdyk, Fernanda Eva, Raquel Fayad, George Rembrandt Gutlich, Regina Carmona, Ângela Barbour, Antonio Groper, Catharina Suleiman, os argentinos Ana Laura Cantera, Diego Acuña, Ana Mercado e o salvadorenho Hugo Martinez.
 
Veja a seguir o resumo da trajetória de alguns artistas que participam do projeto:
 
Edith Derdyk
Licenciada em Artes Plásticas pela FAAP (1977/1980), ministra cursos livres e de aprofundamento para professores no Instituto Tomie Ohtake, Collégio das Artes e Fullframe Escola de Fotografia e Barco/Galeria Virgílio. Tem participado
de exposições coletivas e individuais desde 1981 no Brasil e no exterior.
 
Fernanda Eva
Mestre em poéticas visuais pela Universidade de São Paulo. Algumas de suas exposições: individual no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo; Salão de Belas Artes no Carrousel do Louvre, em Paris; Off Bienal São Paulo; entre
outras de grande relevância.
 
 
Regina Carmona
Artista mestre em poéticas visuais, de projeção internacional. Participou de importantes mostras em museus, espaços e fundações de arte no Brasil e exterior.
 
 
Manabu Mabe
Nascido em Udo, no Japão, em 14 de setembro de 1924, e naturalizado brasileiro, foi pintor, desenhista e tapeceiro. Ele foi o pioneiro do abstracionismo no Brasil.
 
 
Ângela Barbour
Artista plástica, doutoranda em Artes na Unicamp e gerente da Galeria Marta Traba da Fundação Memorial da América Latina. É curadora de diversas exposições internacionais.
 
Raquel Fayad
Artista plástica, presidente e diretora Geral da AMART e diretora Museu Histórico Paulo Setúbal. Artista de renome internacional, com diversas exposições no Brasil e exterior.
 
 
Ivald Granato
Pintor, gravador, desenhista e artista multimídia. Desde a década de 1970, realiza performances e intervenções, recorrendo à fotografia e ao vídeo para documentá-las. No início da década de 1980, participa de eventos com a Banda Performática, do artista José Roberto Aguilar, que associa pintura, música, teatro e circo.
 
 
Marco Stellato
Nascido em São Paulo, vive e trabalha também em São Paulo. É bacharel em Comunicação Social, Publicidade e Propaganda. Participa desde 1998 de exposições individuais e coletivas, no Brasil e exterior.
 
Contatos
Carlos Adissi e João Manccini
(xxx) (12) 9638 8319
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
GACC – São José dos Campos
Ana Paula Silva
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(xxx) (12) 3949 6024

Curta metragem baseado em HQ de Laerte é disponibilizado na internet

por Redação.

Penas, do diretor Paulinho Caruso, pode ser assistido gratuitamente no Youtube a partir desta sexta-feira
 
 
O curta metragem Penas, do diretor Paulinho Caruso, da O2 Filmes, está disponível gratuitamente na internet a partir desta sexta-feira, 15 de março. Baseado numa história em quadrinhos do cartunista Laerte Coutinho publicada em 1988, na revista Chiclete com Banana, Penas conta a história de um homem que, ao encontrar penas em seu braço, se depara com um história de medo, traição e ornitologia explícita.
 
Exibido no 23º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, em 2012, Penas foi todo rodado em São Paulo e conta com a participação do próprio Laerte, além de Angeli e do pai do diretor, o cartunista Paulo Caruso. 
 
Penas pode ser assistido gratuitamente, neste link: http://youtu.be/KBvG7_zDYec
 
Formado em cinema pela Faculdade Armando Álvares Penteado (FAAP) e pela New York Film Academy, Caruso foi um dos grandes ganhadores do Profissionais do Ano 2011, com dois filmes premiados. Em 2007, o diretor concebeu o curta-metragem "Alphaville 2007 d.C.", que recebeu diversas premiações, dentre elas os títulos de melhor curta, melhor roteiro e melhor montagem do 35º Festival de Gramado; o prêmio Onda Curta do 12º Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira; o prêmio do público no 18 º Festival Internacional de Curta-Metragens do Espaço Unibanco de São Paulo, além de menções honrosas no Festival do Rio e no 11º Festival Brasileiro de Cinema Universitário. Paulinho Caruso também possui experiência com a confecção de videoclipes. Seus serviços já foram requisitados por bandas como Vanguart, NX Zero e Banzé, com a qual faturou o prêmio Video Music Brasil 2006 de Melhor Clipe Independente.
 
FICHA TÉCNICA
 
Diretor: Paulinho Caruso
Roteiro: Paulinho Caruso
Produtor: Paulinho Caruso
Produção Executiva: Paulinho Caruso
Direção de Produção: Erica Suzumura
Diretor de Fotografia: Pierre De Kerchove
Direção de Arte: Billy Castilho
Cenografia: Paulinho Caruso
Trilha Sonora: André Balboni
Som Direto: Juliano Zoppi
Direção de Som: Sergio Villaça
Animação: Tommy German
Edição: Marcelo Junqueira
Edição de Som: Sergio Villaça
Elenco: Fabio Marcoff, David Leroy, Agustin Manuel Gasalla, Hugo VillaVicenzio, Eduardo Parisi, Paulo Porto, Marku Ribas, Paulo Caruso, Laerte , Angeli , Cheesecake , Tommy German
Produtora: Paulinho Caruso Produções 
Agente Comercial: Paulinho Caruso

 

Artista Brasileiro Participará da Maior FEIRA DE ARTES do Mundo

por Redação.

 
As obras do pintor paulista Rafael Murió estarão novamente em mais uma edição da Feira Internacional de Arte Contemporânea “Artexpo New York”, considerada a maior Feira de Artes do mundo, que será realizada entre os dias 21 e 24 de março, no Pier 92, em Nova York (Estados Unidos). Representado pela Waylight Eventos Culturais, sob a curadoria de Geni Settanni, Murió vai expor duas telas (giclées) da série “Aconchego”.  
 
A mostra reunirá galerias e artistas plásticos de todo o mundo que apresentarão pinturas, gravuras, desenhos, esculturas, fotografias, cerâmicas, giclée, litografias e obras de vidro. A expectativa é receber mais de 25 mil visitantes, entre marchands, colecionadores, leiloeiros, curadores, críticos de arte, representantes comerciais, arquitetos, designers e compradores em geral.
 
 
Rafael Murió está completando 50 anos de carreira e vem se destacando por ser um dos pintores com maior presença em eventos internacionais. Atualmente, ele também está participando - como artista convidado - da “Art Meeting in Portugal", na cidade do Porto. No ano passado, seus quadros foram destaques em outras importantes exposições de países como Espanha e França.
 
Suas obras estão presentes em acervos de grandes colecionadores, principalmente europeus, americanos e australianos. No País, podem ser encontrados nos principais leilões do mercado de arte, além de galerias e museus. Detém inúmeros certificados, prêmios e menções honrosas, além de registros em diversos guias de arte.
 
“Artexpo New York”
Exposição: de 21 a 24 de março, das 10 às 19 horas
Local: Pier 92
            711 – 12th Avenue – New York

Uma das mais lindas e talentosas atrizes francesas ganha Mostra no MIS

 
Você não pode perder.
 
Veja a programação:
 
6 de março, quarta
 
19h - Amateur (dir. Hal Hartley, França, 1994, 105 min, 14 anos, DVD)
 
21h - 8 mulheres | 8 femmes (dir. François Ozon, França, 2002, 111 min, 12 anos, DVD)
 
7 de março, quinta
 
19h - Um assunto de mulheres | Une affaire de femmes (dir. Claude Chabrol, França, 1988, 108 min, 16 anos, DVD)
 
21h - Uma estranha mulher | La Truite (dir. Joseph Losey, França, 1982, 103 min, 18 anos, DVD)
 
8 de março, sexta
 
19h - Madame Bovary (dir. Claude Chabrol, 1991, 143 min, 16 anos, DVD)
 
21h30 PRÉ-ESTREIA - A visitante francesa | In another country (dir. Sang-soo Hong, Coréia do Sul, 2012, 89 min.)
 
9 de março, sábado
 
15h - Mulheres Diabólicas | La Cérémonie (dir. Claude Chabrol, França, 1995, 112 min, 14 anos, DVD)
 
17h - Minha mãe | Ma mère (dir. Christophe Honoré, 2004, 110 min, 16 anos, DVD)
 
19h - A teia de chocolate | Merci pour le chocolat (dir. Claude Chabrol, França/Suíça, 2000, 99 min, 14 anos, 35mm)
 
 
21h Sessão especial – Isabelle premiada - A professora de piano | La pianiste (dir. Michel Haneke, Alemanha/França/Suíça, 2001, 
 
Vai lá: Mostra Isabelle Huppert no MIS 
Avenida Europa 158
de 6 a 9 de março 

Galeria Emma Thomas abre exposição “Foreign Body” em Berlim

por Redação.

A galeria Emma Thomas está se preparando para alcançar territórios europeus neste primeiro semestre de 2013. Além da participação na ARCOMadrid a galeria expõe, a partir de 19 de fevereiro, trabalhos de três artistas na coletiva "Foreign Body/ Corpo Estranho", na galeria Another Vacant Space, em Berlim. A exposição permanece em cartaz até 16 de março.

A mostra reúne os trabalhos de Lucas Simões, Márcio Banfi e Theo Firmo. Segundo a galerista Juliana Freire, esses artistas brasileiros, entre outras pesquisas, estão interessados em refletir sobre o corpo no espaço, exterior e interior, seus desdobramentos, conjecturas, atritos e confluências. As temáticas perpassam tanto o amor romântico quanto à brutalidade das incompreensões. Os elementos ou partes do corpo assumem uma forte identificação com o sentimento vivido em certa situação. “Através de uma narrativa estética ou poética, estes desenhos, objetos, instalações e vídeos tentam dissecar a identidade de um ‘corpo estranho’”, define. 
A mostra é um intercâmbio entre as duas galerias. Em agosto, a Emma Thomas vai receber os trabalhos do artista Adam Nakervis, que é quem comanda a galeria Another Vacant Space, em Berlim.
 
“Foreign Body/ Corpo Estranho” @ Another Vacant Space
Período expositivo: de 19 de fevereiro a 16 de março
Biesentalerstraße, 16 - 13359 Berlim, Alemanha
+49 (0) 176 38 803 179
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Entrada gratuita/ Livre