Fundação Ema Klabin expõe intervenção do artista Andrey Zignnatto

por Redação.

City Portal
09/03/2016 18:52:00
 
Série Intervalo Contemporâneo convida artistas a criarem trabalhos no pátio interno da casa
 
Usando tijolos em suas criações, o premiado artista plástico Andrey Zignnatto apresenta obra inédita  no Pátio Interno da Fundação Ema Klabin. A abertura da exposição acontece no próximo dia  12 de março, sábado, às 14h, e tem entrada franca.
 
tijolo3.jpg
 
Zignnatto aprendeu a manipular o material que usa em suas criações  na adolescência enquanto trabalhava em uma olaria com o avô. ‘Fui aprendendo a mexer no tijolo ainda úmido, cortando  as peças até chegar ao  formato que eu imaginava’, conta o artista.
 
De acordo com Renê Foch,  curador da série Intervalo Contemporâneo,  os trabalhos de arte instalados na casa-museu são um contraponto para a coleção de  Ema Klabin, inserindo uma produção contemporânea no percurso das visitas e abrindo espaço para um novo olhar perante essa coleção e suas interferências.
 
Intervalo Contemporâneo com o artista Andrey Zignnatto
Curadoria: Renê Foch.
Abertura: 12 de março, sábado, às 14h,sem agendamento
Período: 12 de março à 12 de abril de 2016 -  Terça a sexta: das 14h às 17h.  Sábados de show: das 14h às 16h30.
Serviço educativo: De segunda a quinta as visitas monitoradas devem ser agendadas pelo telefone (11) 3897 3232 ou pelo site http://www.emaklabin.org.br/
Ingresso: De terça a quinta: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).  Professores não pagam.
Dias gratuitos e sem agendamento: Sextas e sábados de show e na abertura da exposição
Indicação: a partir de 12 anos
Fundação Ema Klabin  
Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo
Não há estacionamento no local
Para conhecer mais sobre o trabalho do artista: http://www.zignnatto.com/

Especialista em cultura árabe desvenda a história e beleza dos tapetes persas

por Redação.

City Portal
29/02/2016 19:12:00
 
Fruto de uma tradição milenar, a tapeçaria persa teve várias personificações ao longo da história. De utensílio imprescindível na vida nômade a fonte de prestígio nas cortes mais requintadas, os tapetes costumam se expressar por meio de fascinantes regularidades geométricas. Para entender melhor essas obras de arte, a Fundação Ema Klabin convida o especialista em cultura árabe, o historiador Plinio Freire para ministrar a palestra O pavão, a rosa e a trama: esplendores da tapeçaria persa, no próximo dia 5 de março, das 11h às 13h.
 
arabetap.jpg
 
O encontro  visa reconstituir o panorama onde este precioso gênero artístico surgiu e prevaleceu. Se discutirá o motivo da  Pérsia se notabilizar, desde a Antiguidade, como a terra dos tapetes e   como estes jardins de seda, lã e algodão se difundiram pelo mundo, figurando em contextos tão diversos como mosteiros tibetanos, haréns turcos,  pinturas renascentistas e entre colecionadores.
 
O público também conhecerá  os tapetes persas que fazem parte do acervo da Fundação Ema Klabin e que ficam na sala de música, salão, sala de jantar, biblioteca e quartos.
 
Plinio Freire Gomes, historiador e mestre pela USP, tradutor e conferencista. Publicou o livro “Um herege vai ao paraíso”. Viveu em Florença por dez anos e transferiu-se em seguida para Damasco, onde se dedicou ao estudo do Islã e da cultura árabe.
 
Palestras : O pavão, a rosa e a trama: esplendores da tapeçaria persa com  Plinio Freire Gomes
05 de março, sábado
11h às 13h
R$ 35,00
Inscrições e informações : O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  Fone:  ( 011 )  38973232
Fundação Ema Klabin
Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo. 01446-020

Exposição evidência força da MULHER nas diversas figuras de TANIA TURCATO

por Redação.

City Portal
28/02/2016 15:23:00
 
Mostra ficará na Associação dos Advogados de São Paulo, no centro da cidade, até o dia 31 de março, e integra o calendário de eventos em comemoração ao Mês da Mulher 
 
A violência gerada pelo choque entre diferentes crenças e valores morais é o tema da exposição "Semiótica dos Afetos" que desembarca em março na Associação dos Advogados de São Paulo (AASP).
 
taniaturcato.jpg
 
Composta por seis telas, a mostra da artista plástica Tânia Turcato é um convite para o diálogo. O título da exposição foi inspirado nos textos do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, um dos pensadores que mais discutiu o papel fundamental do jogo dos afetos entre sujeito e mundo na formação de nossos valores morais.
 
Nascida em São Caetano do Sul, Tânia Turcato é formada pela Fundação Belas Artes. Seu trabalho é conhecido internacionalmente, com destaque para a exposição "Les peintres brésiliens" na galeria Art&Cadre, na Suíça.
 
A exposição é gratuita e faz parte do calendário de eventos em comemoração ao Mês da Mulher. As obras estarão expostas no hall de entrada da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) até o dia 31 de março.
 
Semiótica dos Afetos
Até o dia 31 de março
Sede da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP)
Rua Álvares Penteado, 151 (Centro)
de segunda à sexta das 8h às 19h; sábado das 9h ao 12h
Grátis

Exposição ‘ALL OVER’ ocupa a GALERIE DES GALERIES a partir de 24 de Fevereiro

por Redação.

City Portal
22/02/2016 20:23:00
 
logolafay1.jpg
 
Entre 24 de fevereiro e 14 de maio, a Galerie des Galeries – espaço dedicado às artes plásticas da Galeries Lafayette Haussmann – acolhe a exposição “All Over”, idealizada pelo curador e crítico de arte Samuel Gross. A mostra reúne diversos artistas abstratos, de diferentes nacionalidades e gerações, cujas obras têm como motivo listras verticais, tema muito recorrente na história da arte e da moda. Penduradas em uma pintura mural de John M. Armleder que veste as paredes da galeria de arte, as telas se completam e dialogam entre si.
 
allover.jpg
 “Puddle Painting- Swedish Blue”, pintura acrílica sobre alumínio de Ian Davenport (2009)
 
Com a participação dos artistas Domenico Battista, Émilie Ding, Francis Baudevin, Frédéric Gabioud, Hans-Walter Müller, Ian Davenport, Jean-Michel Sanejouand, John M. Armleder, Lena Hilton, Liam Gillick, Lisa Beck, Mai-Thu Perret, Michael Scott, Olivier Mosset, Philippe Decrauzat, Stéphane Dafflon, Sylvain Croci-Torti, Sylvie Fleury e Vera Molnár, a exposição transporta o visitante para dentro de uma área única composta de cores e formas abstratas, um espaço lúdico e inquieto que, muitas vezes, remete o público ao universo da pop art.
 
A partir da temática eleita, listras verticais, Gross propõe uma exposição em que os artistas questionam ou exercem a abstração. Na mostra, fica evidente como cada um dos participantes se relaciona com o tema, resultando em trabalhos que materializam suas reflexões conceituais.  E por qual motivo escolher a Galerie des Galeries para acolher a exposição? O próprio curador responde: “A ideia da minha exposição decola a partir da arquitetura muito particular deste espaço, cujos elementos arquitetônicos são extremamente emblemáticos”.
 
All Over
Galerie des Galeries
Primeiro andar da Galeries Lafayette
40 Boulevard Haussmann - Paris
Entrada livre
De terça a sábado, das 11h às 19h

YASUO SUMI - NOTHING BUT THE FUTURE

por Redação.

City Portal
20/02/2016 23:16:00
 
ABC-ARTE, dopo avere organizzato l'evento del 2008, con performance in Palazzo Ducale di Genova e mostra del maestro Shozo Shimamoto a cura di Achille Bonito Oliva al museo di Arte Contemporanea di Villa Croce, inaugurerà, all'interno della sede genovese della galleria, la mostra Yasuo Sumi | Nothing but the future, a cura di Flaminio Gualdoni.
 
yasuosumi.jpg
 
La retrospettiva dell'artista giapponese, patrocinata dal comune di Genova e supportata dall' archivio Yasuo Sumi di Andrea Mardegan, Ibaraki (Giappone), si propone di documentare antologicamente e cronologicamente il percorso artistico del maestro Gutai dalle prime opere fino alle più recenti performances.
 
yasuosumi1.jpg yasuosumi2.jpg
 
Tale evento costituisce una importante occasione per lo studio di una personalità artistica centrale nella storia dell'arte del novecento e permette di far luce su un particolare momento storico-politico, culturale ed artistico che ha dato i natali a rivoluzionarie concezioni artistiche che parallelamente hanno toccato l'Europa, gli Stati Uniti ed il Giappone. Come scrive Flaminio Gualdoni "Sumi attua un ribaltamento compiuto del concetto di "acheropita", non fatto da mano umana, tipico delle metafisiche occidentali, perché proprio l'interposizione di uno strumento in se stesso autre comporta lo straniamento d'ogni intento esecutivo e una precisa dichiarazione di an-artisticità"
 
Febbraio 2016 – Maggio 2016
Opening: 18 febbraio 2016 | from 6.30 pm to 10.00 pm
Via Venti Settembre 11 A - 16121 - Genova - Italy