São Paulo pintada de corpo e alma

por Redação.

City Portal
20/12/2015 11:31:00
 
O projeto SAMPA Nova Visão da artista plástica Carmen F. Fonsecatem o objetivo de transformar a visão dos cidadãos e despertar o olhar para a beleza da cidade de São Paulo, para construir uma nova imagem, mostrar o belo que muitas vezes passa despercebido ou não é mostrado, através de seus monumentos, diferentes locais, paisagens, detalhes, cada um com toda sua grandiosidade e imponência.
 
sampa2.jpg
 
O melhor de São Paulo observado sob outra ótica e gerando uma nova visão do feio que é muito belo e do cinza que tem muita luz, de toda a grandeza desta cidade, que é cheia de arte e beleza, sempre de portas abertas para abrigar tradição e inovação.  
 
A artista mostra os seus ícones, suas belezas sutis e grandiosas, e convida a todos para participar do seu projeto, para ampliar esta mensagem e espalhar uma nova visão da cidade para o mundo.
 
sampa3.jpg
 
O projeto nasceu do amor que Carmen F. Fonseca tem pela sua cidade e para expressar sua arte, criou 21 obras iconográficas incríveis de monumentos, locais de importância, detalhes da cidade, com as cores da bandeira, preto, branco e vermelho, em pintura a óleo, colocado sutilmente sobre telas, dando novos ares, sensações diferentes e uma leveza jamais vista, de grande beleza e impacto visual, para enaltecer iconograficamente a cidade de São Paulo.
 
sampa4.jpg
 
Nas exposições itinerantes Sampa é mostrada como mais uma cidade do nosso Brasil, buscando levar esta nova visão de São Paulo também para outras cidades e para o mundo, não de maneira competitiva, porque cada cidade tem o seu valor e todas são cidades do Brasil.
 
Com variados temas, cada exposição de Carmen F. Fonseca alia a cidade com cada ambiente, destacando seus ícones e suas histórias, aproveitando os grandes pilares que se unem: São Paulo, a arte e a beleza da cidade.
 
 
sampa1.jpg
 
São Paulo pintada de corpo e alma
Carmen F. Fonseca
(55 11) 98381 9567
(55 11) 5081 7999
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

"Especialmente Perfeitos" acontece em 19 e 20 de dezembro

por Redação.

City Portal
18/12/2015 13:15:00
 
Exposição retrata deficiência animal de forma poética
 
Se é difícil um animal adulto ser adotado, é quase impossível um pet com deficiência ganhar um lar. Estima-se que 10% dos animais abandonados portem algum tipo de deformação física (seja por mal trato ou nascimento). A exposição "Especialmente Perfeitos" acontece nos dias 19 e 20 de dezembro, das 12h às 22h na Praça dos Arcos, São Paulo, e traz uma coleção de imagens leves e bem humoradas de animais especiais, com frases e poses que mostram que a condição deles não são empecilho para uma vida feliz e saudável. 
 
perfeitos1.jpg
 
"A ideia é mostrar que casa um tem sua beleza e personalidade, podem ser adotados como qualquer outro animal e garanto, serão felizes e motivo de muita felicidade para qualquer pessoa", explica Ana Paula Amaral, fotógrafa 
idealizadora do projeto. Em 2016, ano das Olimpíadas e Pára-Olimpíadas, é um bom momento para tratar da conscientização sobre estes pets e quebrar paradigmas sobre ter um animal especial em casa. A eutanásia ou o abandono infelizmente são as opções ainda mais escolhidas pelos responsáveis por animais nestas condições. Serão expostas cães e gatos do Centro de Controle de Zoonoses, que estarão presentes no evento.
 
A fotógrafa Ana Paula Amaral tem 20 anos de experiência como produtora visual para revistas de moda, beleza, casa e decoração. É proprietária da primeira agência de animais do Brasil, a "Cão Modelo", com dez anos de mercado, e do estúdio "Retrato de Bicho", onde clica criativos ensaios e campanhas publicitárias com animais das mais variadas espécies, além de uma apaixonada defensora dos bichos.
 
Especialmente Perfeitos
Data: 19 e 20 de Dezembro
Horário: 12h as 21h
Onde: Praça dos Arcos, Avenida Paulista com Avenida Angélica
Mais informações através dos sites:

Grupo de Dança Contemporânea Coreana faz turnê em Curitiba e São Paulo

por Redação.

City Portal
04/12/2015 15:21:00
 
Modern Table realiza wokshops e apresenta o espetáculo gratuito Darkness Poomba nas duas capitais brasileiras
 
O Centro Cultural Coreano no Brasil, através de seu diretor Sei Young Lee, traz o grupo de dança contemporânea Modern Table para apresentar a turnê Darkness Poomba no dia 5 de dezembro, às 20h, no Teatro SESI, em Curitiba (PR) e no dia 10, às 19h, no Centro Cultural São Paulo. As duas apresentações serão gratuitas.
 
coreana1.jpg
 
É a quarta vez que o Modern Table vem ao Brasil. Nas turnês anteriores, o grupo passou por Brasília, Recife, São José do Rio Preto, Natal e Goiânia. Dessa vez, os dançarinos apresentarão o espetáculo e ministrarão workshops em São Paulo e Curitiba, duas cidades, consideradas importantes polos do cenário cultural brasileiro.
 
Composto por 11 artistas, entre dançarinos, cantor e músicos, o Modern Table divulga a dança contemporânea coreana pelo mundo através de espetáculos como 'Risos' e 'Terremoto' que integram seu repertório e foram apresentados em novembro na Colômbia e Bolívia, fortalecendo o intercâmbio entre os países sul-americanos.
 
Darkness Poomba é um espetáculo que reinterpreta a melodia tradicional do Poomba, estilo de arte dos moradores de rua que fazem pequenas performances artísticas. Nessa apresentação, os dançarinos se unem em uma única performance que conecta sonoridades modernas e movimentos poderosos. Esses elementos atribuem ao espetáculo uma imagem passional, sofisticada e agressiva, tendo como foco a constante movimentação em um rápido progresso de ritmo e música.
 
Durante o show, o palco se enche de movimentos acelerados dos dançarinos sem um cenário especial, ao som de guitarra, baixo e bateria. No momento do clímax, o palco e o público se fundem e os artistas descem do palco para interagir com as pessoas através da música e de uma performance comunicativa que usa o teatro e transforma o público em parte do espetáculo.
 
coreano2.jpg
 
O ESPETÁCULO DARKNESS POOMBA
 
Darkness Poomba é a obra mais conhecida do coreógrafo Jae Duk Kim. Produzida quando tinha 24 anos, em 2016 completará 10 anos. 
 
Ao longo desse tempo a obra tem passado por experimentos e evoluções. A bandeja de refeição, usada na versão inicial, era um objeto um tanto explícito para representar 'o ato de mendigar comida', tema essencial de Poomba. 
 
Com o decorrer do tempo, a bandeja foi eliminada e foram introduzidos palitos de aço inox, um fato que possibilitou movimentos mais vigorosos e intuitivos. O uso desses pequenos objetos foi uma tentativa revolucionária, pois os palitos para refeição são inerentes à cultura oriental, mas os palitos feitos de metal são usados somente na Coreia. Com isso, Jae Duk Kim quis mostrar uma característica da 'Coreia' com um conceito moderno, sem se fixar no método tradicional, e o palito de metal foi um objeto perfeito à proposta. 
 
Em março, o líder do Modern Table desenvolveu o projeto Tension Espacial com Nacional Companhia de Dança Contemporânea da Argentina, apresentado em Buenos Aires e em outras cidades do país.
 
MODERN TABLE 'DARKNESS POOMBA' 
 
CURITIBA
 
Espetáculo: 5 de dezembro (sábado) às 20h - Gratuito
Local: Teatro SESI (AUDITÓRIO I - MARIO DE MARI) - Av. Comendador Franco, 1341 
Workshop: 4 de dezembro (sexta-feira), das14h às 18h 
Local: Teatro Guaíra (Dance School) 
Gratuito - Abertura da bilheteria duas horas antes do inicio do espetáculo
 
SÃO PAULO
 
Espetáculo: 10 de dezembro (quinta-feira) às 19h 
Local: CCSP (Centro Cultural São Paulo) Sala Adoniran Barbosa (Hall) 
Workshop: 8 de dezembro (terça-feira), das 10h30 às 13h 
Local: CCSP (Centro Cultural São Paulo) Sala de Ensaio (Hall 1)
Gratuito - Abertura da bilheteria duas horas antes do inicio do espetáculo
Informações: Centro Cultural Coreano no Brasil - 11 2893-1098

Thiago Toes tem mostra inédita no espaço Qualcasa

por Redação.

City Portal
03/12/2015 15:43:00
 
Denominada Luminar, a exposição que apresenta novas facetas do artista é resultado de um acompanhamento realizado no Hermes Artes Visuais
 
tiagotoes.jpg
 
Papeis, escultura e vídeo. São esses os suportes que Thiago Toes, artista representado pela OMA | Galeria, utilizou para a criação das obras da mostra Luminar. Com a abertura marcada para o dia 27 de novembro, a exposição vai acontecer no espaço Qualcasa e integra o Projeto No Mesmo Lugar, do Hermes Artes Visuais – espaço focado em arte contemporânea dirigido e mantido por artistas, que realizam regularmente debates teóricos, mostras, projetos intensivos, palestras e cursos – em que Toes participa de um acompanhamento artístico.
 
Assim como define o dicionário, Luminar também resgata a ideia das coisas que espalham luz, como os astros e planetas – tema recorrente e de interesse intrínseco em suas obras. Por isso, para que haja uma real imersão neste conceito, as peças estão inseridas em três ambientes. Assim, em cada um é possível ter contato com um experimento diferente. “Todas as minhas obras são relacionadas ao universo, multiverso, dimensões e lugares que a gente não enxerga a olho nu. Gosto de estudar e trabalhar com o imaginário e as conexões que a gente pode ter quando estamos diante desses conceitos”, comenta Toes. 
 
O texto introdutório à mostra é de Douglas Negrisoli, curador responsável pela primeira exposição individual de Thiago Toes, Celeste, na OMA | Galeria, em 2013. Como os trabalhos são resultados de um acompanhamento artístico realizado pela Hermes, a curadoria fica por conta do próprio espaço. Segundo Nino Cais, um dos responsáveis por este trabalho no Hermes, a personalidade inquieta e intrigante de Thiago Toes está explícita nas peças.  “A potência de um artista pode ser medida por sua necessidade de transformação. O admiro por este entusiasmo, por este interesse tanto no que é técnico, quanto conceitual. Ele está sempre disposto a crescer e isso é visível nos trabalhos apresentados no Qualcasa”, fala. 
 
A mostra Luminar fica disponível para visitação até o dia 22 de janeiro. 
 
Luminar, com obras inéditas de Thiago Toes
28 de novembro a 22 de janeiro 
Valor: R$ 15 - couvert Jam Session
Endereço: Rua Simão Álvares, 951
Quintas e sextas, das 11 às 23h/ Sábados das 16h às 23h

Exposição Rio como Destino

por Redação.

City Portal
24/11/2015 21:16:00
 
Cartazes do século XX retratam como o Rio de Janeiro era apresentado para os turistas como destino de viagem
Exposição revela as paisagens selecionadas por companhias aéreas e marítimas para representar as belezas da cidade
Cartazes originais eram pintados à mão por artistas
 
Por muitos anos, o Rio de Janeiro foi a porta de entrada para a América Latina para os viajantes que vinham da Europa e dos Estados Unidos. Para conquistar cada vez mais novos turistas, as companhias marítimas e aéreas usavam as belezas da cidade como artifícios: contratavam artistas que pintavam as paisagens paradisíacas em cartazes convidativos, divulgados mundo afora.
 
5239.jpg
 
A partir do dia 17 de novembro, o público vai poder conhecer mais sobre essa história na exposição "Rio de Janeiro como Destino - Cartazes de viagem, 1910-1970 Coleção Berardo". A curadoria é de Marcio Alves Roiter, do Instituto Art Déco Brasil, e de Paulo Knauss, do Museu Histórico Nacional.
 
5484.jpg
 
A mostra traz 40 cartazes, que levaram 40 anos para serem reunidos. Encontrados em diversos pontos do mundo, sobretudo Paris, Londres e Nova York, onde o colecionismo estimula leilões, galerias e especialistas, os exemplares pertencem à Coleção Berardo.
 
5638.jpg
 
O Rio de Janeiro sempre foi – e permanece até hoje – uma das cidades mais desejadas pelos turistas de todo o mundo. Além de suas belezas naturais, há todo um imaginário sobre as festas, as tradições culturais e a vida artística da cidade. Nas primeiras décadas do século XX, numerosas edições de cartazes e também de cartões-postais foram produzidas para levar o espírito do Rio para outras cidades e países.
 
"Eram companhias estrangeiras, na maioria - com a exceção da Panair e da Varig, claro -, 'vendendo' o Rio para seus conterrâneos ou não. Isso fica claro nos diferentes idiomas utilizados nos cartazes, que nem sempre acompanham a origem da companhia aérea ou marítima", explica Marcio Alves Roiter, curador da mostra e também diretor do Instituto Art Déco Brasil.
 
Exposição Rio como Destino
Datas: 17 de novembro de 2015 a 17 de janeiro de 2016.
Horário: 3ª a 6ª feira, das 10h às 17h30m. Aos sábados, domingos e feriados (exceto Natal e Ano Novo), das 14h às 18h.
Local: Museu Histórico Nacional (Praça Marechal Ancora s/nº, Centro)
Ingresso:  R$ 8. Entrada grátis aos domingos.