selo Anuncieaqui triplo

VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER PREMIA “16ª EDIÇÃO”

por Webmaster.

alt


Realizado no HSBC Brasil, o evento de premiação VEJA São Paulo Comer & Beber reconheceu os melhores de São Paulo nas categorias Restaurantes, Bares, Comidinhas e Vinhos. A atriz Deborah Secco foi a mestre de cerimônia, que contou com a entrega de 54 prêmios: 14 de Comidinhas, 13 de Bares, 3 de Vinhos e 19 de Restaurantes, além de 5 prêmios especiais. E a edição deste ano teve novidades, com a seleção da Melhor Empada, melhor Hambúrguer Tradicional e melhor Hambúrguer Gourmet, melhor Bolinho, melhor Wine bar e o Maître do Ano. Estiveram presentes no evento 1.200 convidados, além das personalidades do mundo artístico.

O evento teve início com a entrega dos prêmios das Comidinhas escolhidas pelos votos dos leitores, como o Vila di Vó (Bolo de Estilo Caseiro), Estadão (Lanche da Madrugada) e Milk Mellow (Milk Shake). Os jurados premiaram o Coffee Lab (Café), The Gourmet Tea (Chá), Renata Arassiro Chocolates (Chocolate), Pâtisserie Mara Mello (Doceria) e Casa Godinho (Empada). Também foram vencedores o Hambúrguer do Seu Oswaldo (Hambúrguer Tradicional), 210 Diner (Hambúrguer Gourmet), Julice Boulangère (Padaria), Yoka (Pastel), Marcelino Pan Y Vino (Sanduíche) e Bacio di Latte (Sorvete).

Já em Bares, os leitores também fizeram suas escolhas: Bar do Juarez (Balcão de Petiscos) e Pirajá (Melhor Chope e Local Para Fazer Happy Hour). Os escolhidos pelo júri foram: Veloso (Boteco), Bar do Luiz Fernandes (Bolinho de Carne), Frangó (Carta de Cervejas), MyNY Bar (Carta de Coquetéis), Bar da Dona Onça (Cozinha), Casa de Francisca (Música ao Vivo), Divine Wine Bar (Bar para Ir a Dois), Suíte Savalas (Bar para Paquerar) e Venga! (Bar Revelação). Spencer Jr., do MyNY Bar, foi escolhido barman do ano. Na categoria Vinhos, receberam os prêmios o Ráscal (Carta de Vinhos), Enoteca Decanter (Wine Bar) e Manoel Beato - Fasano - (Sommelier do Ano).

Em Restaurantes, os melhores apontados pelos leitores foram Quattrino (Nhoque), Terraço Itália (Restaurante de Atmosfera Romântica), Gendai (Rodízio de Sushi) e Estadão (O Endereço que Tem a Cara de São Paulo). A escolha do júri foi pelo Mocotó (Restaurante Bom e Barato), Arábia (Árabe), Tordesilhas (Brasileiro), Varanda (Carne), Fogo de Chão (Rodízio), Maní (Contemporâneo), Ráscal (Cozinha Rápida), Clos de Tapas (Espanhol), La Brasserie Erick Jacquin (Francês), Fasano (Italiano), Pasquale (Cantina), Kinoshita (Japonês), Maremonti (Pizzaria), A bela Sintra (Português) e Chou (Variado).

Na categoria Prêmios Especiais deste ano, foram escolhidos Jonas Soares da Silva – Vinheria Percussi (Maître do Ano), Paulo Roberto Kress Moreira – Grupo Egeu (Restaurater do Ano), Roberto Macedo – Rodeio (Personalidade Gastronômica do Ano). O prêmio Chef do Ano foi entregue a Alex Atala, do D.O.M., e a Chef Revelação foi Viviane Gonçalves, a Chef Vivi.

A escolha dos vencedores da premiação VEJA São Paulo Comer & Beber é realizada pelo corpo de jurados formado por 36 especialistas em gastronomia, além do trio de críticos de VEJA São Paulo, formado por Arnaldo Lorençato (Restaurantes e Vinhos), Fabio Wright (Bares) e Helena Galante (Comidinhas).