selo Anuncieaqui triplo

A Saúde do Homem

por Fabio da Silva Crochik.

18/06/2017 20:30:00
 
Recebemos a incumbência de discorrer sobre o tema: - A Saúde do Homem - e passaremos a fazê-lo periodicamente no City Portal.
 
 
O canal está aberto a todos que tenham dúvidas ou sugestões e se fará através do “Fale Conosco” no canto superior do site.
 
As mulheres e as crianças são habitualmente mais regradas em termos de prevenção e exames periódicos . Embora tenha havido uma melhora expressiva com relação aos homens, alguns ainda não têm por hábito uma prevenção objetiva e, por muitas vezes, procrastinam suas idas ao médico na expectativa de que seus sintomas se amenizem ou mesmo desapareçam.
 
É fundamental que avaliações periódicas sejam realizadas, em todas as idades,e que não se aguardem sinais e/ou sintomas para tal. 
 
Muitas doenças graves são absolutamente assintomáticas até que atinjam estádios avançados, prejudicando e dificultando o tratamento.
 
Deve-se ter, como em tudo na vida, uma visão holística do homem, da sua saúde e  do seu bem-estar. Não cabe, nunca, nos limitarmos a uma “avaliação prostática”, haja vista que  sintomas urinários possam se dever a uma descompensação cardíaca ou de um diabetes mal acompanhado, com quadro clínico que pode “mimetizar ” os de um crescimento prostático.
 
O médico muitas vezes “adivinha” o que você sente e quais as suas expectativas, mas faça dele um amigo e procure contar de forma pormenorizada o que está ocorrendo.
 
O ”check up” deve ter sua periodicidade segundo a idade, doenças e intervenções cirúrgicas pregressas. 
 
O auto-exame, tão difundido entre as mulheres, é muito importante também nos homens: a palpação das mamas masculinas podem sugerir um câncer de mama, que embora raro, existe. A palpação da genitália pode revelar alterações no pênis e testículos, seus processos inflamatórios e seus tumores, tratáveis e curáveis.
 
O diagnóstico precoce de qualquer doença deve sempre ser feito e o intuito é que ele propicie um tratamento mais curto, mais barato, com menor morbidade e com uma certeza maior de cura. 
 
Todo e qualquer tratamento deve ser esclarecido e discutido com o paciente e familiares, acerca e seus riscos e benefícios.
 
Doenças como Hipertensão Arterial, Obesidade, Síndrome Metabólica  e as Sexualmente Transmissíveis podem impactar de forma expressiva a saúde do homem e todos os recursos necessários e disponíveis devem ser utilizados para que a expectativa e a qualidade de vida sejam ampliadas.
 
Nos próximos artigos, passo a discorrer sobre esses e outros temas próprios da Urologia e da Andrologia.
 
Fabio da Silva Crochik 
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia 
Urologista do Centro de Referência da Saúde do Homem